Agência Matrimonial KARINA - Heiratsagentur Karina®

Casamentos nas praias da Dinamarca

Em todas as regiões...

... da Dinamarca se pode casar. Mas, dependendo do munícipio, existem diferenças no número de dias da estadia antes do casamento (de 0 a 3 ou 4 dias) e também nos documentos que devem ser apresentados.

Uma legalização/apostila da certidão de casamento...

... é necessária para o uso no exterior (por exemplo, no país de origem do cônjuge não alemão). A sua certidão de casamento original deve ser legalizada. Um matrimônio contraído na Dinamarca é, normalmente, reconhecido na Alemanha, inclusive sem apostila.

Pessoas com visto de turista ou de visita...

 ... infelizmente, segundo a nova lei alemã da realização de diretivas da União Europeia em relação ao direito de residência e de asilo do 28.08.2007, são deportadas aos seus países de origem onde devem, em um consulado alemão, solicitar um visto de reunião familiar. No entanto, também há exceções e recomendamos consultar um advogado dedicado Info e especializado na legislação de estrangeiros. Alternativamente, visitem os escritórios do "Migrations- und Integrationsbeauftragter" (responsável por assuntos de migração e integração) do seu estado federado.

Como estudante ou Au-Pair...

... a pessoa possui uma autorização de residência que permite casar na Dinamarca e que, após o casamento, pode ser transformada diretamente em um título de residência permanente na Alemanha.
Atenção!

Se o seu visto contiver a observação "Ohne Berechtigung zur Eheschließung" (Sem direito a contrair matrimônio)...

... infelizmente você não pode casar na Dinamarca.

Testemunhas...

... o Registro Civil normalmente as coloca a disposição sem custos adicionais.

Alteração de sobrenome na cerimônia de casamento...

... não é mais realizada na Dinamarca, desde 01.04.2006. Você pode solicitá-la, após o casamento, no "Bürgeramt" (Registro de Cidadãos) ou no Registro Civil na Alemanha, ou ainda, no consulado do seu país de origem.